Caminhos históricos da formação do enfermeiro no campo da saúde mental no Brasil

Autores

  • John Victor dos Santos Silva
  • Amanda Cavalcante de Macêdo
  • Yanna Cristina Moraes Lira Nascimento
  • Anderson da Silva Moreira
  • Alice Correia Barros
  • Ronildo Alves dos Santos

DOI:

https://doi.org/10.51234/here.21.v12n2.a1

Palavras-chave:

Educação em enfermagem, Ensino, Saúde mental, Enfermagem psiquiátrica

Resumo

Este artigo tem como objetivo descrever e refletir sobre as transformações no ensino da enfermagem psiquiátrica e de saúde mental na graduação em enfermagem no Brasil. Trata-se de um estudo descritivo e reflexivo a partir das vivências de estudantes e professores com a área da saúde mental. O recorte temporal estabelecido foi o ano de 1852 até os dias atuais. A análise permitiu o agrupamento dos resultados em quatro seções que levaram em consideração os fenômenos históricos determinantes às transformações em cada período – 1850 a 1919, 1920 a 1959, 1960 a 1989, 1990 a 2009 e 2010 até os tempos atuais. A partir desta análise, é possível apontar transformações significativas no ensino da enfermagem em saúde mental a partir das conquistas sócio-políticas do processo da reforma psiquiátrica brasileira e reformas curriculares, apesar das práticas de ensino nos serviços psicossociais ainda não serem unânimes nos cenários de ensino-aprendizagem dos tempos atuais. No entanto, ratificar avanços históricos é essencial para a manutenção de uma perspectiva de cuidado integral, que resgata a cidadania dos sujeitos através de intervenções criativas, comprometidas e articuladas em rede

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Pereira LP, Duarte MLC, Eslabão AD. Care for people with psychiatric comorbidity in a general emergency unit: vision of the nurses. Rev Gaucha Enferm. 2019;40:e20180076. https://doi.org/10.1590/1983-1447.2019.20180076

Rodrigues J, Lazzari DD, Martini JG, Testoni AK. Professors’ perception of mental health teaching in nursing. Texto Contexto Enferm. 2019;28:e20170012. http://doi.org/10.1590/1980-265X-TCE-2017-0012

Nóbrega MPSS, Venzel CMM, Sales ES, Próspero AC. Mental health nursing education in brazil: perspectives for primary health care. Texto Contexto Enferm. 2020;29:e20180441. http://doi.org/10.1590/1980-265X-TCE-2018-0441

Sousa FSP, Jorge MSB. O retorno da centralidade do hospital psiquiátrico: retrocessos recentes na política de saúde mental. Trab Educ Saude. 2019;17(1):e0017201. https://doi.org/10.1590/1981-7746-sol00172

Onocko-Campos RT. Mental health in Brazil: strides, setbacks, and challenges. Cad Saude Publica. 2019;35(11):e00156119. https://doi.org/10.1590/0102-311x00156119

Baião JJ, Marcolan JF. Labyrinths of nursing training and the Brazilian national mental health policy. Rev Bras Enferm. 2020;73(Suppl 1):e20190836. http://doi.org/10.1590/0034-7167-2019-0836

Botti NCL. Uma viagem na história da enfermagem psiquiátrica no início do século XX. Esc Anna Nery. 2006;10(4):725-9. https://doi.org/10.1590/S1414-81452006000400015

Sadigursky D. A enfermeira na equipe transdisciplinar de saúde mental. Rev Baiana Enferm. 2002;17(3):45-53. http://doi.org/10.18471/rbe.v17i3.3860

Soares MH. Recorte histórico da psiquiatria e do campo de enfermagem psiquiátrica brasileiras. Rev Salus.. 2008 [cited 2020 Oct 15];2(1):57-66. Avaliable from: https://revistas.unicentro.br/index.php/salus/article/view/699/829

Esperidião E, Silva NS, Caixeta CC, Rodrigues J. A enfermagem psiquiátrica, a ABEn e o Departamento Científico de Enfermagem Psiquiátrica e Saúde Mental: avanços e desafios. Rev Bras Enferm. 2013;66(spe):171-6. https://doi.org/10.1590/S0034-71672013000700022

Poder Executivo (BR). Decreto nº 791, de 27 de setembro de 1890. Coleção de Leis do Brasil, IX, 2456,1890.

Oliveira AGB, Alessi NP. O trabalho de enfermagem em saúde mental: contradições e potencialidades atuais. Rev Latino-Am Enfermagem. 2003;11(3):333-40. https://doi.org/10.1590/S0104-11692003000300011

Silva MS, Machado PAT, Nascimento RS, Oliveira TS, Silva TF, Batista EC. A enfermagem no campo da saúde mental: uma breve discussão teórica. Rev Amazonia Sci Health. 2017;5(2):40-6. https://doi.org/10.18606/2318-1419/amazonia.sci.health.v5n2p40-46

Olmos CEF, Rodrigues J, Lino MM, Lino MM, Fernandes JD, Lazzari DD. Psychiatric nursing and mental health teaching in relation to Brazilian curriculum. Rev Bras Enferm. 2020;73(2):e20180200. https://doi.org/10.1590/0034-7167-2018-0200

Stefanelli M, Fukuda IMK, Arantes EC. Enfermagem psiquiátrica em suas dimensões assistenciais. In: Fukuda IMK, Stefanelli M, Arantes EC. Enfermagem psiquiátrica em suas dimensões assistências. 2a ed. São Paulo: Manole; 2017. p. 16-24.

Almeida VCF, Lopes MVO, Damasceno MMC. Teoria das relações interpessoais de Peplau: análise fundamentada em Barnaum. Rev Esc Enferm USP. 2005;39(2):202-10. https://doi.org/10.1590/S0080-62342005000200011

Peres MAA, Barreira IA. Uma nova enfermagem psiquiátrica na universidade do Brasil nos anos 60 do século XX. Esc Anna Nery. 2008;12(1):108-14. https://doi.org/10.1590/S1414-81452008000100017

Prado Filho K, Lemos FCS. Uma breve cartografia da luta antimanicomial no Brasil. Conteporanea [Internet]. 2012 [cited 2020 Oct 15];2(1):45-63. Avaliable from: http://www.contemporanea.ufscar.br/index.php/contemporanea/article/view/59.

Paulin LF, Turato ER. Antecedentes da reforma psiquiátrica no Brasil: as contradições dos anos 1970. Hist Cienc Saude Manguinhos. 2004;11(2):241-58. https://doi.org/10.1590/S0104-59702004000200002

Pitta AMF. Um balanço da reforma psiquiátrica brasileira: instituições, atores e políticas. Cien Saude Colet. 2011;16(12):4579-89. https://doi.org/10.1590/S1413-81232011001300002

Lüchmann LHH, Rodrigues J. O movimento antimanicomial no Brasil. Cien Saude Colet. 2007;12(2):399-407. https://doi.org/10.1590/S1413-81232007000200016

Ministério da Educação e Cultura (BR). Parecer nº 163, de 28 de janeiro de 1972. Dispõe sobre o currículo mínimo dos cursos de enfermagem e obstetrícia. [Diario Oficial Uniao]. 16 fev 1972;135:261-64.

Amarante P, Nunes MO. Psychiatric reform in the SUS and the struggle for a society without asylums. Cien Saude Colet. 2018;23(6):2067-74. https://doi.org/10.1590/1413-81232018236.07082018

Serapioni M. Franco Basaglia: biography of a revolutionary. Hist Cienc Saude Manguinhos. 2019;26(4):1169-87. https://doi.org/10.1590/s0104-59702019000400008

Ministério da Saúde (BR). Legislação em saúde mental: 1990-2004. Brasília, DF: Ministério da Saúde; 2004. (Série E. Legislação de Saúde).

Silva JVS, Brandão TM. The nursing of psychosocial care centers in a northeast capital of Brazil. Rev Enferm Atenc Saude. 2019;8(1):28-38. https://doi.org/10.18554/reas.v8i1.3379

Conselho Nacional de Educação (BR). Resolução CNE/CES nº 3, de 7 de novembro de 2001. Institui diretrizes curriculares nacionais do curso de graduação de enfermagem. Brasília, DF: Ministério da Educação; 2001.

Fernandes JD, Rebouças LC. Uma década de diretrizes curriculares nacionais para a graduação em enfermagem: avanços e desafios. Rev Bras Enferm. 2013;66(spe):95-101. https://doi.org/10.1590/S0034-71672013000700013

Silva JVS, Brandão TM, Oliveira KCPN. Actions and activities developed by nursing at the

psychosocial care center: integrative literature review. Rev Enferm Atenc Saude. 2018;7(3):128-39. https://doi.org/10.18554/reas.v7i2.3115

Vargas D, Maciel MED, Bittencourt MN, Lenate JS, Pereira CF. Teaching psychiatric and mental health nursing in Brazil: curricular analysis of the undergraduation course. Texto Contexto Enferm. 2018;27(2):e2610016. https://doi.org/10.1590/0104-070720180002610016

Conselho Federal de Enfermagem (BR). Resolução nº 290. Fixa as especialidades de enfermagem. Brasília, DF: COFEN; 2004.

Brusamarello T, Maftum MA, Mantovani MF, Alcantara CB. Educação em saúde e pesquisa-ação: instrumentos de cuidado de enfermagem na saúde mental. Saude (Santa Maria). 2018;44(2):1-11. https://doi.org/10.5902/2236583427664

Conselho Federal de Enfermagem (BR). Resolução nº 581, de 11 de julho de 2018. Atualiza, no âmbito do Sistema Cofen/Conselhos Regionais de Enfermagem, os procedimentos para Registro de Títulos de Pós – Graduação Lato e Stricto Sensu concedido a Enfermeiros e aprova a lista das especialidades. Brasília, DF: COFEN; 2018.

Conselho Federal de Enfermagem (BR). Resolução nº 599, de 19 de dezembro de 2018. Aprova norma técnica para atuação da equipe de enfermagem em saúde mental e psiquiatria. Diario Oficial Uniao. 21 dez 2018;Seção 1:899.

Santos TM, Silva BT, Miranda JS, Guimarães JCS, Aparibense PGGS, Peres MAA. Contribuições da Associação Brasileira de Enfermagem para a Enfermagem Psiquiátrica: um olhar sobre os Congressos Brasileiros de Enfermagem (1947-1981). Hist Enferm Rev Eletronica [Internet]. 2016[cited 2021 Jul 27];7(2):406-22.

Silva JVS, Brandão TM, Macêdo AC, Oliveira KCPN, Ribeiro MC, Santos RA. Residência de enfermagem em psiquiatria e saúde mental: perspectivas sobre formação e campo de trabalho. Rev Baiana Enferm. 2021;35:e39080. http://doi.org/10.18471/rbe.v35.39080

Downloads

Publicado

03-11-2021

Como Citar

Santos Silva, J. V. dos, Macêdo, A. C. de, Nascimento, Y. C. M. L., Moreira, A. da S., Barros, A. C., & Santos, R. A. dos. (2021). Caminhos históricos da formação do enfermeiro no campo da saúde mental no Brasil. História Da Enfermagem: Revista Eletrônica (HERE), 12(2), 1–12. https://doi.org/10.51234/here.21.v12n2.a1